Tel: (21) 2547-8622      drveragarcia@gmail.com
BUSCA NO BLOG:

BLOG - Ejaculador pede ajuda psiquiátrica

04Set2017

 

Do ponto de vista psiquiátrico,  PARAFILIAS são transtornos sexuais caracterizados por fantasias sexuais especializadas e  práticas intensas que, em geral, são de natureza repetitiva e angustiam a pessoa. Mais de 50% das parafilias iniciam antes dos 18 anos de idade e os parafílicos têm de três a cinco parafilias diferentes, ao mesmo tempo. Segundo pesquisas em centros especializados, os Atos Parafílicos mais comuns são Pedofilia, Exibicionismo, Voyeurismo e Frotteurismo. Podem ser causados por fatores psicossociais, experiências traumáticas na infância e por fatores orgânicos, como alterações hormonais, neurológicas ou anormalidades cromossômicas, por exemplo.

Dentre os Transtornos Parafílicos, o Frotteurismo é caracterizado pela fricção , por parte do homem, de seu pênis contra nádegas ou corpo de uma mulher completamente vestida, a fim de atingir o orgasmo. Esses atos geralmente ocorrem em locais de grande concentração de pessoas, tais como ônibus e metrô. O frotteur é extremamente isolado, e seus atos são, frequentemente, a única fonte de gratificação sexual. Esses atos podem ocorrer em até 30% da população masculina geral. É bastante comum a ocorrência de outros Transtornos Psiquiátricas concomitantes, tais como Transtorno de Conduta, Transtorno de Personalidade Antissocial, Transtornos Depressivos, Transtornos Bipolares, Transtornos de Ansiedade e Transtornos por Uso de Substância e outros Transtornos Parafílicos como Exibicionismo e Voyeurismo.

O indivíduo que apresenta esse comportamento de forma repetida e compulsiva deve ser submetido a um exame clínico e  psiquiátrico e receber tratamentos adequados que incluem psicoterapias e medicamentos. Esses procedimentos são imprescindíveis para  interromper o ciclo de danos causados pelo transtorno à pessoa  e às vítimas, contudo, não exclui a responsabilidade e a devida punição, determinada pela justiça,  pelos atos praticados.

Por outro lado, a vítima de abusos sexuais dessa ordem, geralmente apresentam quadros de Transtorno de Estresse Agudo, Ansiedade, Fobias e até mesmo Depressão, devendo por isso, serem cuidadosamente avaliadas e submetidas a acompanhamento psicológico e psiquiátrico especializados, para que possam tratar os danos do trauma e retomar a sua rotina.